ford-fusion-hibrido-carros-review-test-drive-com-limao-destaque

Compartilhe:   

Ford Fusion Hybrid: O carro com cara de metrópole

por Victor Vasques

Apertem os cintos, pois hoje não vamos falar sobre um carro, mas sobre uma “nave”. Começamos fevereiro com o Ford Fusion Hybrid, um carro do futuro em forma de sedã híbrido. O modelo que recebemos foi um Titanium Hybrid, com preço inicial de 163 mil reais. Alguns dirão que é um carro muito caro, mas ele vale cada centavo (se você puder investir nesta faixa de preço).

Antes de partir para o design, que a área que dominamos, vamos falar um pouco sobre mobilidade urbana. Para quem mora na cidade de São Paulo, desde 2015, os carros híbridos e elétricos possuem vantagens. Eles são isentos do rodízio e possuem desconto de 50% no IPVA. Se colaborar com o meio ambiente já era um fator importante na escolha deste sedã, os incentivos de um híbrido saltam aos olhos.

Mas não é só isso. Durante a CES 2017, conforme já havíamos comentado por aqui, a Ford usou este modelo de carro para apresentar um protótipo de carro autônomo, ou seja, o carro possui tudo que é de mais moderno na linha de montagem da marca.

Ok, com tudo isso em mente, vamos partir para o test-drive do carro. Vale ressaltar, como sempre fazemos, que não somos um site automotivo, por isso, nosso review costuma ser um pouco diferente dos demais. Muito mais com a visão do consumidor, do que a visão técnica do veículo.

Começando pela parte interna (calma, já vamos chegar ao design externo!). O Fusion Hybrid possui 8 airbags e cintos de segurança que inflam – confesso que achei isso demais, apesar de torcer para nunca usar, além do Assistente Autônomo de Detecção de Pedestres, que detecta pedestres à frente do veículo. O botão de ignição (que funciona com a chave e seu sensor de presença, ou seja, o sistema identifica a presença de chave no interior do veículo e permite a partida do motor), o e-shifter (câmbio em forma de botão rotativo) e o freio de estacionamento elétrico são detalhes que chamam a atenção quando você entra no modelo.

ford-fusion-hibrido-carros-review-test-drive-com-limao-02

ford-fusion-hibrido-carros-review-test-drive-com-limao-01

Do lado de fora, o design do Fusion é imponente. Com sua parte frontal protuberante e um grid que chama atenção de todos, o visual do modelo faz jus ao seu preço. O design arrojado e agressivo mistura sedã com detalhes esportivos. No entanto, tivemos problemas em entrar na garagem sem raspar ele (pela primeira vez arrancamos a saia de um carro. Desculpa, Ford!). É um carro realmente baixo e um pouco complicado para as ruas esburacadas de São Paulo. por isso, aproveitamos para questionar a Ford sobre esta altura e eles foram pragmáticos: “É para ajudar na aerodinâmica e economia de combustível”. Realmente, o Fusion Hybrid usa gasolina apenas em determinados momentos e o consumo é baixíssimo (18l/km), o restante da força vem do motor elétrico, que recarrega com as frenagens.

Em resumo, não dar uma nota 5 para o Fusion Hybrid é um sacrilégio para os amantes de carros. Alguns dirão que o carro não tem toda potência desejada, outros dirão que é apenas mais um carro. Nós afirmamos, o Fusion Hybrid é o carro para uma grande cidade e um dono com gosto requintado.

Ford Fusion Hybrid: O carro com cara de metrópole Victor Vasques

Ford Fusion Hybrid

Design
Motor
Tecnologia
Potência
Preço

Summary: Fusion Hybrid é um carro com cara de metrópole. Com design imponente e agressivo, o visual externo é completo com um motor híbrido que faz a diferença no bolso. Apesar do preço final (~R$163k), vale a pena por ter incentivos em cidades como São Paulo (IPVA 50% menor e livre do rodízio).

5

Eu Quero!



Victor Vasques é designer, editor chefe do Com limão e sócio proprietário da Citrus. Worklover assumido, já atuou com grandes marcas, como Discovery, UOL, iG e Itaú.

Eu irei lhe fazer uma proposta que você não poderá recusar - Don Vito


0

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>


Voltar para o topo ↑

  • Newsletter

  • Últimos tweets

  • Facebook