uber-skyport-aeronave-arquitetura-mobilidade-com-limao-destaque

Compartilhe:   

Uber seleciona finalistas para o projeto uberAIR Skyport

por Victor Vasques

Enquanto tem gente que acha que a melhor solução para mobilidade é debaixo da terra (Elon Musk mandou lembranças), a Uber tem uma visão diferente do futuro próximo. No II Encontro Anual Uber Elevate, seis empresas líderes de arquitetura e engenharia apresentaram os primeiros projetos para os uberAIR Skyports – como serão chamados os locais de decolagem e pouso para aeronaves eVTOL (aeronaves elétricas de pouso e decolagem na vertical). Esses projetos conceituais marcam os primeiros passos dos líderes industriais na criação de uma infraestrutura para operação do uberAIR em escala, dentro e ao redor das cidades.

A partir da avaliação de dezenas de propostas, foram selecionados seis conceitos que demonstram um alto grau de realismo e viabilidade técnica. Os finalistas são: Gannett Fleming, BOKA Powell, Humphreys & Partners Architects, Pickard Chilton trabalhando com Arup, Corgan e The Beck Group.

Os Skyports serão projetados para suportar pouso e decolagem do uberAIR em locais movimentados, como um estádio ou um teatro. Os conceitos devem suportar o transporte de mais de 4.000 passageiros por hora em uma área de 3 acres e devem atender às exigências ambientais e de ruído, garantindo que os VTOLS 100% elétricos sejam capazes de fazer recargas entre as viagens com menor impacto possível nas comunidades próximas.

“A Uber convidou seis das empresas de arquitetura mais inovadoras para compartilhar seus conceitos em nosso encontro anual. Estes são os finalistas entre centenas de projetistas e engenheiros que criaram dezenas de projetos para um skyport altamente eficiente e modular. Embora o uberAIR possa parecer um sonho distante, ele está mais perto do que você pensa e a infraestrutura urbana precisa começar a evoluir agora para poder acompanhar. Estamos entusiasmados por termos trabalhado com empresas líderes para imaginar como os skyports físicos funcionarão em escala e como podemos melhor projetar espaços que sejam silenciosos, ecológicos e criem bolsões naturais para o transporte do futuro ”, disse John Badalamenti, Diretor de Design da Uber para Programas Avançados e Aviação.

Conheça os detalhes dos 6 projetos finalistas

uber-skyport-aeronave-arquitetura-mobilidade-com-limao-01

Gannett Fleming – “The PAW”: Inspirado pela natureza, o conceito da Gannett Fleming inclui plataformas de pouso semelhantes a uma pata. O projeto suportaria 52 eVTOLS por hora, por módulo, em uma estrutura escalável que poderia viabilizar mais de 600 chegadas e partidas, além de 4.000 pessoas por hora até 2028.

O projeto usa robôs para girar as aeronaves eVTOL em 180 graus em seus módulos de estacionamento, posicionando-as para taxiar para decolagem imediata. Tendo a sustentabilidade em mente, o skyport inclui receptores fotovoltaicos e concreto transparente para permitir a recarga solar, e paredes sólidas com defletores acústicos para permitir a passagem do vento e minimizar os impactos de ruídos.

“Temos a oportunidade de reescrever como nossos sistemas de transporte funcionam e redefinir nossos ambientes urbanos para sermos mais limpos, mais seguros, menos congestionados e mais inteligentes. A meta da Gannett Fleming é a mesma que a da Uber – tornar o transporte seguro, acessível, confiável e conveniente para todos. Nossa solução Skyport, The PAW, se integrará perfeitamente como um centro de transporte intermodal e funciona como uma solução elegante que suporta plataformas de pouso com estrutura fluida e orgânica ”, afirma Ted Osborne, arquiteto-chefe da Gannett Fleming.

uber-skyport-aeronave-arquitetura-mobilidade-com-limao-02

Pickard Chilton e Arup – “Sky Tower”: O projeto da Pickard Chilton e Arup é estimulado pela função. Um único módulo permite 180 pousos e decolagens por hora, acomodando 1800 passageiros em momentos de pico, a cada hora, por módulo. Os módulos podem ser combinados vertical e horizontalmente para permitir que o skyport se adapte à paisagem da cidade.

“O conceito da Pickard Chilton e Arup para o Uber Skyport apresenta um design funcional que respeita sua comunidade, atinge com eficiência os objetivos de capacidade da Uber e é um trabalho de arquitetura elegante, porém com alta engenharia e sofisticação. Embora nosso projeto para o skyport seja conceitual, ele não é ficção científica. Com base em uma abordagem pragmática e orientada pela pesquisa, nosso conceito oferece à Uber uma solução modular, extensível e sustentável que apoia sua visão para o futuro do transporte intra-urbano ”, disse Jon Pickard, diretor da Pickard Chilton.

uber-skyport-aeronave-arquitetura-mobilidade-com-limao-03

Corgan – “CONNECT”: O projeto da Corgan é um conceito futurista e inovador de mega skyport (comporta 1000 pousos por hora), projetado para corrigir o modo como estradas e rodovias dividiram as cidades modernas.

A ideia é que ele esteja sincronizado com as redes de estradas implantadas para redirecionar a infraestrutura existente e familiar, e criar novas artérias de deslocamento que podem comportar a taxa de tráfego mais alta necessária para a adoção em massa. Ao unir as divisões que as rodovias deixaram na malha urbana, o CONNECT busca reconectar as comunidades e proporcionar uma oportunidade comercial e social para os bairros, ao mesmo tempo em que proporciona maior acesso ao transporte aéreo urbano.

“Como arquitetos de aviação, focamos em melhorar a experiência do passageiro e tornar essa experiência acessível para todos”, diz John Trupiano Diretor do Aviation Studio da Corgan. “Então, embora a principal tarefa do Uber Skyport seja desenvolver um paradigma para o acesso público aos eVTOLs, nós o ampliamos para explorar como os skyports poderiam reconectar a comunidade, como eles podem se tornar uma importante comodidade para o bairro, e como eles poderiam eliminar algumas das divisões que vemos nas nossas cidades.”

uber-skyport-aeronave-arquitetura-mobilidade-com-limao-04

Humphreys & Partners – “Uber Hover”: O conceito de skyport da Humphreys & Partners é baseado em um modelo de colmeia prototípica. Semelhante aos padrões de voo da abelha para uma colmeia, as aeronaves replicam a mesma função, mostrando várias portas de entrada e operação. O projeto acomoda 900 passageiros por nível, por hora, e utiliza materiais sustentáveis para criar um ecossistema que produz a própria energia e retribui para a área circundante.

“Ao projetar o skyport e o mega skyport, foi importante pensar em conceitos que se ajustem à tecnologia atual e aos desenvolvimentos existentes, mas que também possam se adaptar às tendências de mudança. Os desenvolvedores nos perguntam constantemente sobre o futuro dos estacionamentos, já que os modernos meios de transporte reduzem a necessidade de estacionamento tradicional. O Uber Elevate oferece uma solução viável. Nós nos concentramos em um design que pode ser facilmente replicado e expandido. Acrescente lojas, escritórios e muito mais e ampliamos o significado de um espaço multiuso “, disse Walter Hughes, vice-presidente de design.

uber-skyport-aeronave-arquitetura-mobilidade-com-limao-05

The Beck Group – “The Hive”: O skyport do Beck Group tem como inspiração os hubs de transporte do passado e a beleza da forma hexagonal encontrada nas colmeias. Os eVTOLs, assim como as abelhas, voam para longe da colmeia e retornam em um ciclo de atividade sem fim. A forma é flexível e escalável para acomodar 150 decolagens e pousos por hora, e pode ser dimensionada para até 1.000 viagens por hora.

“O Hive Skyport inspira-se em precedentes significativos na concepção de centros de transporte e na beleza e praticidade da forma hexagonal criada pelas abelhas. As principais características dos históricos galpões de trens e aeroportos modernos servem de base para a solução de design. Sua forma é orgânica, prática e atua como uma metáfora para a atividade. O skyport será escalável, um fator importante, pois esse tipo de transporte cresce em popularidade entre os usuários do Uber ”, disse Michael Kaiser, diretor do The Beck.

uber-skyport-aeronave-arquitetura-mobilidade-com-limao-06

BOKA Powell – “Protótipo Skyport”: O skyport da BOKA Powell se inspira na dinâmica do voo e pode acomodar 1.000 decolagens e pousos. A estrutura é flexível e permite uma reversão da operação para se ajustar à mudança de vento e pode suportar um tempo médio de decolagem inferior a 3 minutos.

“Uma tipologia de construção tão épica em escala e ao mesmo tempo tão claramente compreendida e prática em seu uso, esse conceito skyport plana pelo céu para alcançar o futuro do voo e do tráfego. A verdadeira chave desta solução é a precisão mecânica e o ritmo sincopado de lidar tanto com a aeronave quanto com os clientes. Ao resolver esses processos complexos, o espírito e o milagre dos futuros sonhos da aviação são possíveis ”, disse Andrew Bennett, diretor da BOKA Powell.


Victor Vasques é designer, editor chefe do Com limão e sócio proprietário da Citrus Consultoria. Como gestor de marcas e criativo, já atuou com grandes marcas, como Discovery, UOL, iG, Globo.com e VEJA.

Eu irei lhe fazer uma proposta que você não poderá recusar - Don Vito


0

Voltar para o topo ↑

  • Newsletter

  • Últimos tweets

  • Facebook