Redes Sociais

Olá, o que você está procurando?

Review

LG G Pro: O smartphone para quem busca experiência de vídeo

Assistir seriados e filmes no smartphone e/ou tablet virou um hábito comum para quem vive conectado. No entanto, o grande problema é a qualidade da tela. Muitos dispositivos móveis ainda pecam quando o assunto é brilho, nitidez ou, até mesmo, definição. (sem contar os xing-lings, que muitas vezes não possuem nem uma tela descente).

O LG Optimus G Pro é uma bela alternativa para quem busca um phabet (mistura de phone e tablet). Com uma tela de 5,5” Full HD (resolução de 1920×1080), processador Quad Core de 1.7 GHz e 2 GB de memória RAM, o G Pro é um cinema portátil. Ok, posso estar exagerando, mas a qualidade de brilho e nitidez da tela é tão boa, que quando unido ao processador de alto desempenho, resultou em um excelente experiência de vídeo.

A tela do aparelho conta com painel IPS (a mesma tecnologia dos televisores) e 400 pixels por polegada. Para efeito de comparação, a tela do iPhone 5 possui 326 ppp.

Para testar esta qualidade, fizemos três testes com o aparelho:

MX Player: A resposta foi rápida e o aparelho exibiu filmes e séries em 1080p sem travar. O som é um pouco baixo, principalmente sem fone, mas nada que incomode. Sem contar a compatibilidade com legendas .srt.

Netflix: Conectado pelo wi-fi, o aparelho fez bonito novamente. Conseguiu rodar filmes em alta qualidade e travou apenas uma vez (culpa do aplicativo).

Youtube: Rodar o aplicativo do Youtube em uma plataforma Android (o G Pro possui a versão 4.1.2) dispensa comentários. A gigante dos vídeos conseguiu transmitir vídeos com uma boa qualidade até pelo 3G.

Tamanho não é documento: 5,5” pode atrapalhar no dia-a-dia?

Talvez um dos pontos fracos do G Pro também possa ser a própria tela. Como já disse, são quase 6 polegadas, ou seja, é necessário uma readaptação para quem está acostumado usar o celular com apenas uma mão.

Outro detalhe é a organização dos aplicativos e menus. Como a LG alterou o Android para o seu gosto, parece que a empresa não queria desperdiçar espaço e colocou quase tudo na área principal. Se você possui um Android “puro”, como no Nexus, pode ficar confuso com a quantidade de informação na tela.

Snapdragon 600: Por que preciso reconhecer o processador do celular?

Atualmente os smartphones estão fazendo a mesma curva de aprendizado do que os computadores de antigamente. Lá no passado, você comprava um computador e pronto. Com o passar dos anos fomos aprendendo o que era um processador Intel, AMD e etc. Qual a diferença entre um Pentium e um i7.

É exatamente o que está acontecendo agora. O processador Snapdragon 600 tem capacidade de 1,7 GHz, ou seja, é um dos top de linhas da atualidade, só perdendo para o seu irmão Snapdragon 800. Em resumo, um belo processador.

Leia também

Review

Em Battletoads, o trio Rash, Zitz e Pimple estão de volta para roubar os holofotes enquanto quebram, pisam e abrem caminho em uma aventura...

Tecnologia

Novo modelo da LG chega por R$ 4.299 e promessa de ser um dos smartphones mais elegantes da atualidade

Tecnologia

Com uma apresentação tímida e sem grandes novidades, estes foram os 50 minutos da EA Play Live, conferência online da Electronic Arts. O evento...

Tecnologia

LG K41S, LG K51S e LG K61 são os novos celulares da empresa sul-coreana focados no público jovem; preços começam em R$ 1.299

Copyright © 2020 Com limão. Todos os Direitos Reservados.