Redes Sociais

Olá, o que você está procurando?

Tecnologia

CES 2014: Conheça 3 “wearable” que mudarão a sua vida

Se o mundo da tecnologia for guiado pela CES (Consumer Eletronic Show), a feira anual de inovação, a palavra de ordem em 2014 será “wearable”. Segundo o dicionário Michaelis, o termo significa “usável, aquele que se pode trajar” (ironicamente a segunda tradução é “gastável, que se pode desgastar”). É exatamente isso que são os aparelhos wearable! Eles são usáveis como uma roupa ou um acessório qualquer.

Apesar da grande mídia focar no lançamento das novas TVs (4K, 8K, flexível, etc.), quem pode mudar o nosso futuro são os wearable. De lente de contato de realidade aumentada a pulseira inteligente, estes pequenos aparelhos podem mudar o modo como nos relacionamos com o as pessoas, nossa saúde e nosso cotidiano. Abaixo você confere 3 aparelhos e como eles podem transformar a nossa vida.

Razer Nabu: Mais uma pulseira inteligente?

A Razer apresentou a Nabu, uma pulseira composta de duas telas OLED, que permite receber notificações do celular, e-mails e controlar chamadas. Além disso, ela controla suas atividades físicas e, até mesmo, seu sono. A ideia é “gamificar” qualquer atividade.

Quer mais? Por meio de uma rede sem fio, é possível que duas pulseiras se comuniquem e troquem informações. Com ela dá para anotar o telefone daquela beldade na balada ou trocar o cartão de visitas virtual em uma reunião.

No nosso dia-a-dia: A Nabu não é a primeira pulseira do mercado. A Jawbone lançou a UP 24, com um design bem bonito, e a Nike invadiu o mercado dos geeks com a FUEL. Se a Nabu será uma líder do mercado ou não é difícil de dizer, mas com certeza você terá uma pulseira inteligente em breve.

 

iOptik: A lente de contato de realidade aumentada

Google Glass será peça de museu, se a iOptik for apresentada na CES 2014 (até o momento o aparelho não deu as caras na feira). A promessa da americana Innovega é lançar um sensor de realidade aumentada que, unido a um óculos, possa mostrar informações em tempo real.

No nosso dia-a-dia: Como é mostrado no vídeo exemplo da iOptik, o aparelho pode servir para atividades que vão do entretenimento ao atendimento de um paciente pelo médico. O grande pró da realidade aumentada é economizar espaço, ou seja, ao invés de ter inúmeras telas, você só precisa de um “espaço”. Por que ter vários aparelhos em uma sala, se a lente pode projetar isso?

 

Edison: O pequeno poderoso da Intel

Este não é bem um gadget wearable, mas pode tornar possível algumas aplicações wearable. A Intel usou exemplos de um sistema de enfermeira digital para apresentar o microcomputador Edison (do tamanho de um cartão de memória SD). Durante a apresentação do CEO Brian Krzanich, um bebê vestia uma roupa com diversos sensores, que enviava informações para qualquer lugar do mundo.

No nosso dia-a-dia: Pelo seu tamanho e capacidade Quad-core, o Edison pode substituir muitas ferramentas de monitoramento. De enfermeira digital a sistemas de segurança, acredito que o pequenino computador pode tornar realidade muitas aplicações. A Intel prometeu lançar o aparelho com uma loja de aplicativos próprios.

 

Leia também

Apple

Vale a pena investir em um iPad novo? E um notebook top de linha? Neste texto, contarei um pouco da minha experiência entre estes...

Apple

Na dúvida de qual Apple Watch comprar? Conheça as diferenças entre o Apple Watch Series 6, Apple Watch SE e o Apple Watch Series...

Design

Mouse ou mesa digitalizadora? Talvez seja uma das grandes dúvidas de designers e criativos, principalmente aqueles que ainda estão começando no mercado ou que...

Review

O primeiro fone 100% sem fio da Beats, o Powerbeats Pro traz bateria de sobra e graves mais potentes. Confira a análise completa.

Copyright © 2020 Com limão. Todos os Direitos Reservados.