Redes Sociais

Olá, o que você está procurando?

Apple

Os motivos que fizeram a Apple retirar os carregadores dos seus produtos

Os Motivos Que Fizeram A Apple Retirar Os Carregadores Dos Seus Produtos

A polêmica em torno da ausência de carregadores nos produtos Apple parece estar só começando. O novo Apple Watch Series 6, que em breve deve chegar ao Brasil, é apenas um dos vários produtos (muito provavelmente, não só da Apple) que abrirá mão dos carregadores. A parte interessante é que esta ação faz todo sentido e vou explicar para você, porquê uma empresa orientada pelo design está agindo corretamente em abrir mão de uma peça tão essencial — pois fornece energia, mas tão dispensável nos dias de hoje.

Leia também: Apple anuncia Apple Watch Series 6 com sensor de oxigenação

Vamos partir do ponto que as decisões para os produtos da Apple são globais, ou seja, não podemos aplicar a realidade de um determinado cenário brasileiro para julgar uma ação estratégica, como a retirada dos carregadores. Então vamos levar em conta uma grande cidade como São Paulo. Atualmente, é fácil encontrar tomadas que possuem entrada USB, já presentes em novos apartamentos, por exemplo, ou disponíveis para venda em lojas de materiais elétricos.

O Powercube, uma extensão com filtro de linha, foi premiado no Red Dot Design Award 2014 e já trazia entradas USB como tomada. Passado seis anos, temos inúmeros soluções bem mais acessíveis —, mas fica a dica, se você está procurando um filtro de linha bom, sugiro que vá conhecer o Powercube. Os meus foram comprados na Leroy Merlin, mas acredito que seja fácil de encontrar pela internet. Tudo isso para dizer que, tomadas USB não são coisa de outro mundo. No entanto, não foram as tomadas USB que fizeram a Apple retirar os carregadores de seus produtos. 

O Powercube, uma extensão com filtro de linha, foi premiado no Red Dot Design Award 2014 e já trazia entradas USB como tomada.

Uma empresa carbono neutra até 2030

Atualmente, a Apple já é carbono neutra em suas operações corporativas, mas a empresa planeja trazer toda a sua cadeia para carbono zero em 10 anos. “As empresas têm uma grande oportunidade de ajudar a construir um futuro mais sustentável”, afirma Tim Cook, CEO da Apple.

“As inovações que impulsionam nossa jornada ambiental não são boas apenas para o planeta — elas nos ajudaram a tornar nossos produtos mais eficientes em termos de energia e trazer novas fontes de energia limpa em todo o mundo. A ação climática pode ser a base para uma nova era de inovação, criação de empregos e crescimento econômico sustentável. O nosso compromisso com a neutralidade de carbono, esperamos ser uma ondulação no lago que cria uma mudança muito maior.” — Tim Cook

O parque eólico em Oregon, nos EUA, produz 200 megawatts e alimenta o data center da empresa em Prineville. Além disso, a Apple tem os compromissos de mais de 70 fornecedores para usarem 100 por cento de energia renovável na produção da Apple — isso representa quase 8 gigawatts. Uma vez concluídos, esses compromissos evitarão a emissão de mais de 14,3 milhões de toneladas métricas de CO2 anualmente — o equivalente a tirar mais de 3 milhões de carros das ruas a cada ano.

O parque eólico em Oregon, nos EUA, produz 200 megawatts e alimenta o data center da empresa em Prineville.

Eficiência energética é apenas um dos pontos, a empresa de Cupertino tem se comprometido a utilizar materiais reciclados (todo o alumínio utilizado na fabricação atual é reciclado), e também tem reciclado materiais como tungstênio.

É claro que todas essas iniciativas da Apple são reflexos do mercado e suas tendências. Muitos investidores têm buscado empresas comprometidas com o meio ambiente e isso tem movimentado as empresas a seguirem esta linha. O grande destaque é que a Apple está sendo a “ondulação no lago que cria uma mudança muito maior.”

Design não é só um produto ‘bonitinho“

Optar pela retirada dos carregadores não tem impacto só na produção ou na reciclagem dos produtos, mas também no transporte. Quando se trabalha com embalagens, o designer não precisa pensar apenas no visual, mas também como vai aproveitar ao máximo os espaços, por exemplo, em containers — principalmente quando é um produto distribuído pelo mundo todo.

Por Que A Apple Decidiu Retirar Os Carregadores Dos Produtos?

Retirar o carregador faz com que, consequentemente, reduza o tamanho da caixa. De tabela, isso faz com que mais produtos sejam armazenados no transporte e, por fim, tenham impactos positivos em toda a logística da empresa. Não podemos esquecer que o frete tem grande impacto no custo final do produto.

Eu sei que muitos dirão “ah, mas o iPhone (ou qualquer outro produto) ficou mais barato por causa disso”. Vale ressaltar que a iniciativa do carregador é um elemento para um bem maior — ou seja, ajuda na diminuição das emissões de CO2. Ele talvez até tenha um impacto no valor final, mas é mínimo. Quando falamos no cenário brasileiro, isso é ainda menor. Mas, de novo, um carregador para um consumidor talvez nem faça diferença, mas quando colocamos isso em escala de milhões, o meio ambiente agradece.

Então, a próxima vez que for comprar um Apple Watch, iPhone ou iPad e ele não vier com o carregador, entenda que isso está sendo feito com foco no meio ambiente. Sem contar que, quantos carregadores você tem em casa? O nosso problema são os cabos. Estes ainda são indispensáveis… por enquanto.

Leia também

Apple

Depois dos novos Apple Watches começarem a ser vendidos no Brasil, agora é a vez do iPad Air de 4ª geração com Wi-Fi.

Apple

No Dia do Professor, quatro educadores brasileiros do programa Apple Distinguished Educators contam quais aplicativos ajudaram a impulsionar as aulas com diversão e interatividade.

Apple

Para uma sala de aula moderna, o certificado de Apple Teacher é o primeiro passo para uma educação integrada à tecnologia.

Apple

Novos relógios inteligentes da Apple, o Apple Watch Series 6 e SE desembarcam no Brasil nesta quarta-feira (14); veja os preços.

Copyright © 2020 Com limão. Todos os Direitos Reservados.