99-investimento-100-milhoes-brasil-com-limao

Compartilhe:   

99 recebe investimento de US$ 100 milhões da SoftBank

por Victor Vasques

A 99, startup de mobilidade urbana do Brasil, anunciou na última semana a assinatura de um acordo de investimento de US$ 100 milhões com a SoftBank. Este montante, somado aos mais de US$ 100 milhões captados no início do ano junto à chinesa Didi Chuxing e à Riverwood, fecha a rodada de investimentos com mais de US$ 200 milhões. Este é a maior rodada de investimento já realizada por uma startup brasileira de acordo com a FactSet (companhia multinacional especializada em dados do mercado financeiro). Outros fundos e empresas como Monashees, Qualcomm Ventures e Tiger Global também investiram na startup, que foi aconselhada pela Lazard nessa nova transação.

Fundado por Masayoshi Son em 1981, a SoftBank é o maior investidor global em aplicativos de mobilidade, com investimentos significativos na DiDi, Ola e Grab, as maiores empresas do setor na China, Índia e Sudeste Asiático, respectivamente.

Apenas seis meses após o aporte liderado pela DiDi e pela Riverwood, a 99 atrai outro importante investidor internacional. Com este novo capital, a 99 vai fortalecer ainda mais o rápido crescimento do serviço de carros particulares 99 POP, o que levará a marca a consolidar sua liderança neste segmento no Brasil, bem como expandir por toda a América Latina.

“Vemos um grande crescimento e uma ótima perspectiva para o setor de soluções de mobilidade na América Latina. O time da 99 tem feito um progresso impressionante no Brasil, operando em mais de 400 cidades e realizando mudanças positivas na vida de milhões de usuários. Nós estamos comprometidos em apoiar líderes locais, como a 99, e esperamos ansiosamente para participar do sucesso deles a longo prazo”, afirma David Thevenon, diretor executivo da Softbank.

Para Peter Fernandez, CEO da 99, com todos os investimentos recebidos ao longo deste ano, a 99 tem todas as condições de atingir a meta de consolidar a liderança no mercado de transporte por aplicativos de mobilidade no Brasil e, no futuro, na América Latina. “Desde o primeiro aporte da Didi,o serviço 99POP vem crescendo muito em número de corridas semanais. Fica claro que nossa estratégia trouxe bons resultados, e agora estamos animados em ter a Softbank na nossa carteira de investidores. Isso mostra que estamos no caminho certo, como uma forte indicação da nossa posição de liderança no crescente mercado de mobilidade urbana da região”.

Operando desde 2012, a 99 é o maior aplicativo de mobilidade do Brasil, conectando mais de 200 mil motoristas a mais de 14 milhões de usuários registrados. “Quando fundamos a empresa, éramos apenas três empreendedores. Hoje, temos um time de mais de 350 profissionais trabalhando juntos e em colaboração com motoristas e usuários. Nosso objetivo é oferecer serviços que ajudem a resolver questões de mobilidade urbana na região”, completa o executivo.

Mobilidade, economia colaborativa e Uber

Enquanto concorrentes como o Uber e outros perdem dinheiro em ritmo acelerado, a 99 caminha no contra fluxo. O motivo é simples: A 99 entendeu as necessidades do mercado. Outro dia estava em um carro da 99 e o aplicativo alertou “Atenção, motorista! Você está em uma zona com muitos acidentes”, achei engraçado, mas seguimos a corrida. Mais a frente, outro aviso “Atenção, motorista! Você está em uma zona com muitos assaltos”. Pode parecer uma coisa simples, mas a empresa entendeu que o mercado brasileiro possui suas peculiaridades. Aliás, não só o brasileiro, mas quase todos. Não adianta simplesmente formatar um aplicativo e tentar enterrar goela abaixo em culturas diferentes.

Além disso, quando comparamos o 99 com outro aplicativo de mobilidade, dificilmente não lembramos do Uber. “Gigante do mercado e rei da economia colaborativa”, o Uber não é tudo isso. O Didi, aplicativo chinês e um dos investidores da 99, acumulou em dezembro de 2016 mais de 200 milhões de corridas na China. Em apenas um mês, eles fizeram 1,4 vezes as corridas globais do Uber nos últimos seis anos. Ter um investidor estratégico como este, com certeza, vai agregar muito aos serviços da 99.

Se você quiser se aprofundar no tema, indico que leia o texto “O lado social do uber e a solução da periferia” e escute podcast do InovaSocial sobre economia colaborativa e confiança, um dos fatores essenciais para este mercado, principalmente quando a questão é entrar no carro de um estranho.


Victor Vasques é designer, editor chefe do Com limão e sócio proprietário da Citrus. Worklover assumido, já atuou com grandes marcas, como Discovery, UOL, iG e Itaú.

Eu irei lhe fazer uma proposta que você não poderá recusar - Don Vito


0

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>


Voltar para o topo ↑

  • Newsletter

  • Últimos tweets

  • Facebook