Redes Sociais

Olá, o que você está procurando?

Comunicação

Greenpeace une Nike e Adidas em campanha contra resíduos nocivos

Greenpeace lança campanha e vídeo muito bem produzido para criticar gigantes do mercado esportivo

Depois de atacar a Volkswagen e o seu mini Darth Vader, agora é a vez de o Greenpeace pegar no pé da Nike e da Adidas.

Segundo o grupo de ativistas, recentes investigações mostraram que as fábricas chinesas das duas marcas têm despejado produtos químicos em águas próximas a elas.

Para quem tem um pouco de conhecimento no mercado, sabe que não é de hoje que a indústria têxtil distribui seus resíduos por aí. Some este histórico com um país oriental que não está muito preocupado com ações ambientais, mas totalmente focado em produção, e temos um prato cheio para poluição.

Como o papel do Com limão não é sair tomando navios baleeiros, vamos olhar do ponto de vista do branding.

Não é de hoje que as duas marcas sofrem com acusações como essa, afinal, quem nunca ouviu falar que “o seu Nike foi produzido por uma criança chinesa”?

No entanto a alguns anos atrás era fácil reverter um caso como este (a própria Nike conseguiu dar a volta por cima e alavancar as vendas depois de ser acusada de usar mão de obra semiescrava e ver uma das maiores quedas de vendas da sua história).

Hoje, com os consumidores ligados pelas redes sociais, a responsabilidade socioambiental em alta e o grupo de eco consumidores crescendo, a história fica um pouco mais difícil.

Misture isso com as próprias declarações das empresas e seus relatórios de responsabilidade, para termos um belo desafio para qualquer gestor de marca. Isso tudo sem esquecer que o consumidor atual – que já era exigente – tornou-se ainda mais, virando um ativista independente, seja em favor ou pró as marcas.

Para completar o grande problema que as marcas podem ter ligadas as suas imagens e – até mesmo – as suas essências de “qualidade de vida”, o vídeo produzido pelo Greenpeace conta com a presença de algumas celebridades como David Beckham, Cristiano Ronaldo e Snoop Dogg (esse sim totalmente adepto do mundo verde, se é que você me entende).

Aqui também vale outra observação. Confesso que não sei quem é o responsável pelas atuais campanhas do Greenpeace, mas tudo indica que o grupo tem conquistado criativos de peso. Afinal, criar campanhas tão elaboradas, com a própria Detox, e vídeos a altura de premiados de Cannes não é para qualquer um.

Se a moda realmente pegar, Nike e Adidas talvez precisem muito mais do que campeões para fortalecer suas marcas, mas sim jogar limpo com o seus consumidores.

Leia também

Apple

A primeira bomba foi lançada e a guerra foi declarada. Calma, não é nenhum país atacando outro e as “bombas”, neste caso, são feitas...

Apple

Com relatos de consumidores, campanha nacional da Apple mostra as vantagens de escolher um iPhone na hora de comprar um novo smartphone.

Design

Uma embalagem de papel e 100% livre de plástico, é a proposta da nova garrafa de Johnnie Walker Black Label, da Diageo. Com previsão...

Comunicação

A Samsung lançou nesta terça-feira (14), em todo o Brasil, a campanha de marketing para divulgação de sua nova categoria de TVs: a Crystal...

Copyright © 2020 Com limão. Todos os Direitos Reservados.