Redes Sociais

Olá, o que você está procurando?

Apple

Series 6, Series 3 ou SE: Um guia completo para escolher o seu novo Apple Watch

Na dúvida de qual Apple Watch comprar? Conheça as diferenças entre o Apple Watch Series 6, Apple Watch SE e o Apple Watch Series 3.

As Diferenças Entre Apple Watch Series 6, Apple Watch SE E Apple Watch Series 3

Em setembro de 2020, a Apple atualizou a sua linha de relógios inteligentes com dois novos modelos: o Apple Watch Series 6 e o Apple Watch SE. Com os novos relógios, a empresa tirou de linha o Apple Watch Series 5 e continuou a vender o Apple Watch Series 3, lançado há três anos.

Nesta matéria, você conhece as diferenças entre os três relógios e descobre qual é o ideal para a sua necessidade. Vale lembrar que apesar de não vender mais na loja oficial, o Apple Watch Series 4, lançado há dois anos, e o Apple Watch Series 5, lançado no final de 2019, podem ser opções mais do que válidas na hora de escolher um relógio da Maçã.

Design e tela

Entre os três relógios, a Apple trabalha com dois designs diferentes, o que influencia também no tamanho da tela. O Apple Watch Series 3 vem em 38 mm e 42 mm, enquanto o Apple Watch SE e o Series 6 estão disponíveis em 40 mm e 44 mm. O tamanho da relógio segue o mesmo, a diferença é que nos modelos mais novos você tem um melhor aproveitamento da tela.

Ainda falando sobre o display, o Apple Watch Series 6 usa o recurso Tela Retina Sempre Ativa, que significa que a tela está sempre acesa — o que é ótimo para ver o horário ou checar um exercício sem precisar levantar o pulso. A tecnologia funciona da seguinte maneira: a tela atualiza uma vez por minuto quando está nesse modo e quando você ativa o relógio levantando o pulso, ela atualiza 60 vezes a cada segundo. Esse processo é possível graças a tela de polissilício de baixa temperatura (LTPO). No Series 6, a Tela Sempre Ativa ficou 2,5 vezes mais brilhante do que na geração anterior.

O Apple Watch SE (abaixo), apesar de ter o mesmo tamanho do Series 6, tem uma tela parecida com a do Series 4, por não ficar sempre ligada.

As Diferenças Entre Apple Watch Series 6, Apple Watch SE E Apple Watch Series 3

Em relação a customização da caixa do relógio, se você busca mais opções, perceberá que o Series 3 vem apenas na versão GPS com as cores prateada e cinza-espacial na caixa de alumínio.

O Apple Watch SE também só está disponível na caixa de alumínio, mas ela pode ser prateada, dourada ou cinza-espacial, além de incluir as versões GPS ou GPS + 4G. Há também uma versão da Nike, com mostrador exclusivo.

Já no Series 6, ele está disponível na caixa de alumínio em azul, vermelho, prateado, dourado e cinza-espacial, e nas versões GPS e GPS + 4G. Você também pode encontrá-lo na caixa de aço inoxidável em prateado, dourado e grafite e no Apple Watch Edition, na caixa de titânio e preto-espacial de titânio. Vale lembrar que os modelos de aço inoxidável e titânio têm uma tela mais resistente, feitas de cristal de safira.

Processador e sensores

Há também várias diferenças entre os três modelos em relação ao processador e aos sensores. Começando pelo chip interno, o Apple Watch Series 3 usa o processador S3. Já o SE usa o modelo S5 — presente no Apple Watch Series 5 — e o Series 6 usa o S6.

Do chip S3 para o S5, há uma melhora de 50% na velocidade do relógio, enquanto do S5 para o S6 há um avanço de mais 20%. Na prática, o Apple Watch Series 3 demora em torno de dois segundos para mudar de aplicativo e realizar tarefas, enquanto o SE e o Series 6 vão responder aos seus comandos em um instante. Como o relógio é feito para pequenas interações, rápidas ‘olhadas’, o quão mais rápido ele for, melhor.

O Apple Watch Series 3 conta com altímetro, microfone e alto-falante, além de um sensor cardíaco óptico que monitora se os seus batimentos estão muito altos.

O modelo SE, por outro lado, traz uma bússola, o altímetro sempre ativo (para você saber a sua elevação em tempo real), um microfone 50% melhor e com um alto-falante 50% mais potente que no Series 3, além do sensor cardíaco óptico de segunda geração – que monitora se os seus batimentos estão muito altos ou muito baixos. Este modelo também conta com a detecção de queda, que pode avisar um contato favorito e o 192 que você se acidentou e não consegue se comunicar com ninguém.

O Apple Watch Series 6 (veja abaixo a apresentação oficial do produto) é o mais completo: ele traz um novo sensor de oxigênio no sangue, o sensor cardíaco elétrico para você fazer ECG (aprovado pela Anvisa), além do sensor cardíaco óptico de terceira geração e todos os demais sensores disponíveis no Apple Watch SE.

Na hora de escolher, depende de quais funções você acha mais importante e quais são as que você não se importaria de abrir mão. Apesar de nunca ter precisado, a função de detecção de queda, presente no Apple Watch Series 4, Series 5, SE e Series 6, é a que faz saltar os olhos sobre “é melhor ter e não usar”, do que um dia precisar e não ter.

Todos eles trazem resistência à água em até 50 metros de profundidade e podem ser usados para atividades aquáticas em pouca profundidade, como nadar em uma piscina ou no mar.

Bateria

Aqui, a Apple promete o mesmo “dia inteiro” de 18 horas para todos os modelos, porém isso pode variar de relógio para relógio. Na época do lançamento do Series 3, era possível fazer o relógio durar quase três dias. Com as novas atualizações e novas funções, ele deve durar em torno de dois dias.

O Apple Watch SE, levando em conta que ele não tem a Tela Sempre Ativa, deve chegar próximo dos dois dias de uso; enquanto o Series 6, mais exigente e com a Tela Sempre Ativa, chega a variar entre 24 a 30 horas, dependendo se você se exercitar ou não, e se ficar fazendo uso do oxímetro e do ECG.

É importante notar que nenhum relógio vem com o adaptador de tomada, e vale citar que o único com recarga rápida é o Series 6, que vai de 0 a 100% em 1h30. O adaptador de 5W do seu iPhone com o cabo dele são o suficientes para ativar a tecnologia.

Pulseiras e mostradores

Uma coisa bacana do Apple Watch é que, desde o modelo original, as pulseiras continuam compatíveis com os modelos mais novos. Mesmo com a atualização do tamanho de tela do Series 3 para o Series 4, as bands continuam as mesmas, ou seja, as pulseiras do modelo de 38 mm encaixam perfeitamente no de 40 mm, e o mesmo vale no de 42 mm para o de 44 mm.

A verdade é que você até pode usar a pulseira do menor no relógio maior — e vice-versa —, mas a ponta da pulseira vai ficar sobrando ou faltando na caixa do Watch.

Vale também citar os mostradores, que servem como outra maneira de customizar o relógio. Em inglês, o termo Watch Face pode até fazer mais sentido, já que você está mexendo na “cara do relógio”. O Series 3 tem um número mais limitado de mostradores pelo processador mais antigo. Os dois outros modelos contam a mesma quantidade de mostradores — inclusive com várias complicações (pequenos atalhos) funcionando ao mesmo tempo.

Se você quer ter mais do que duas ou três complicações sempre à mão, o Apple Watch SE e o Apple Watch Series 6 são os modelos a serem escolhidos. E se você quer sempre ter o mostrador à vista, o único modelo que vai te trazer isso é o Series 6, que em alguns casos dá até uma cara nova ao mostrador com o pulso abaixado.

Preço e considerações finais

Com a atualização de preços da Apple no Brasil, o Apple Watch Series 3 é o mais barato, começando em R$ 2.599. Em seguida vem o Apple Watch SE, a partir de R$ 3.799 no modelo com GPS e R$ 4.399 na versão com GPS + 4G. Já o Series 6 começa em R$ 5.299 no modelo com GPS e pode chegar aos R$ 10.000 na versão Edition.

No varejo, o Apple Watch Series 3 pode ser encontrado na faixa dos R$ 1.900, enquanto o SE fica na faixa dos R$ 2.900 e o Series 6 em torno dos R$ 4.200.

Agora, vamos falar sobre os modelos que estão “fora” da lista oficial: o Apple Watch Series 4, em torno dos R$ 3.100 no varejo; e o Apple Watch Series 5, em torno dos R$ 3.700 no varejo. O processador de ambos é similar, com a única diferença que o Series 5 traz a bússola e a Tela Sempre Ativa.

Juntando todos os cinco relógios na equação, é mais ou menos por aqui que você tem que se embasar:

  • Apple Watch Series 3: É o mais básico, monitorará as suas atividades e dará uma experiência bacana, mas ele corre o risco de não atualizar o sistema operacional mais breve do que qualquer outro relógio da Apple por ter três anos e um chip mais simples;
  • Apple Watch Series 4: Traz o design novo, com detecção de queda, melhor experiência de ligações pelo relógio, ECG, além do processador duas vezes mais rápido do que o Series 3;
  • Apple Watch Series 5: Traz pela primeira vez a Tela Retina Sempre Ativa e a bússola, além das demais funções do Apple Watch Series 4;
  • Apple Watch SE: É uma mistura dos relógios — de uma maneira positiva —, com funções do Apple Watch Series 4, Series 5 e Series 6, ele traz um pouco de tudo, mas não tem o ECG e nem o oxímetro. Usa o processador S5 e traz a detecção de queda;
  • Apple Watch Series 6: traz a Tela Sempre Ativa mais brilhante, altímetro sempre ligado e é o único com mais opções de caixas e tipos de material.

Leia também

Apple

Com quatro novos lançamentos, saiba as diferenças do iPhone 12 Mini ao iPhone 12 Pro Max e escolha o ideal para você.

Apple

Novos relógios inteligentes da Apple, o Apple Watch Series 6 e SE desembarcam no Brasil nesta quarta-feira (14); veja os preços.

Apple

A polêmica em torno da ausência de carregadores nos produtos Apple parece estar só começando. O novo Apple Watch Series 6, que em breve...

Design

Mouse ou mesa digitalizadora? Talvez seja uma das grandes dúvidas de designers e criativos, principalmente aqueles que ainda estão começando no mercado ou que...

Copyright © 2020 Com limão. Todos os Direitos Reservados.