Redes Sociais

Olá, o que você está procurando?

1Bitcoin

Dossiê Com limão: quem é Champeng Zhao, CEO da Binance

A Blockchain é uma tecnologia inovadora que garante a descentralização de transações financeiras e informações com o uso puro de tecnologia e mecanismos para prevenir que uma só pessoa tenha controle das cadeias de blocos. Por outro lado, quando se fala de criptomoedas, fica claro que existe uma centralização, já que são grandes instituições que, ao menos hoje, controlam o mercado de criptoativos. Tendo isso em vista, hoje você irá conhecer uma das principais personalidades do meio de criptomoedas: Chanpeng Zhao, CZ, CEO da Binance, maior corretora de criptomoedas, e novo proprietário da FTX, segunda maior corretora do mercado.

Como CZ entrou no mundo de criptomoedas

Ex-funcionário do McDonald’s, programador, ex-Bloomberg e agora CEO da maior corretora de criptomoedas do mundo, Chanpeng Zhao é um executivo sino-canadense que se mudou para o Canadá após seu pai ter sido expulso do país por divergências com o Partido Comunista da China. Assim que chegou no Canadá, CZ começou a estudar programação na McGill University e, aos poucos, conquistou ótimos cargos como desenvolvedor de software para a Bolsa de Tóquio, desenvolvedor de software de trading na Bloomberg e posteriormente, em 2005, fundou sua primeira empresa em Xangai – a Fusion Systems, voltada para o trading de alta frequência (com o uso de computação) de ações.

Há uma história quase lúdica que conta que Chanpeng Zhao vendeu sua casa em 2013 após descobrir sobre o bitcoin, supostamente afirmando que aquilo era tudo o que o empresário detinha e era como um ato de fé na tecnologia, não obstante, fica claro que CZ já tinha um conhecimento muito forte de mercado, e também de tecnologia. Sua entrada no mercado de criptomoedas foi feita em conjunto com suas empreitadas em trabalhos como diretor de tecnologia na OkCoin e desenvolvedor da Blockchain.info, corretoras de criptomoedas.

Em 2017, Chanpeng Zhao fundou, então, a corretora Binance que, com a oferta de um ICO (oferecimento inicial de moeda), arrecadou mais de US$ 15 milhões para o empreendimento com o lançamento da Binance Coin (BNB); o que facilitou a jornada da empresa para logo se posicionar entre as maiores corretoras da época.

Do Top 5 para o Top 1

O começo explosivo da corretora é explicado pelo ICO bem sucedido e também por Champeng Zhao não ser uma figura nova para o meio de criptomoedas, mas sim notória por ter trabalhado em diferentes e respeitáveis projetos. Ainda assim, o sucesso da Binance que os colocou no Top 1 é, inicialmente, o fato de serem muito mais ágeis na listagem de novas criptomoedas, algo que era incomum no período e até hoje demora acontecer em alguns ambientes, e posteriormente, a consolidação da corretora é motivada pelo lançamento de sua blockchain própria, a Binance Smart Chain.

Com uma blockchain própria, a Binance se tornou uma das primeiras corretoras a alinharem muito bem os interesses de uma empresa centralizada, com liderança clara, com o mundo descentralizado da blockchain que permite que usuários utilizem a tecnologia para desenvolver suas ideias, seus NFTs, seus tokens próprios, dentro daquele ambiente; fazendo com que a Binance se tornasse não só um ambiente de um CEO e vários funcionários mas também uma camada de empresas que criaram seus próprios sistemas em cima da rede Binance Smart Chain. Com isso, a criptomoeda da rede (BNB) aumentou cada vez mais seu valor, consolidando a força da empresa no meio.

Qual o futuro da empresa?

A novidade do mercado é que no dia 8 de novembro todos foram pegos de surpresa com o anúncio de compra da FTX pela Binance. A FTX é muito renomada no mercado de criptomoedas e também muito bem vista por ter como seu fundador Sam SBF, formado em Física no MIT e fundador da Alameda Research, empresa de trading automatizado, que movimentava milhões diariamente. Com o dinheiro arrecadado da Alameda, Sam SBF fundou a FTX, que aos poucos tomou espaço e hoje é fácil de encontrar seus anúncios em lugares como GPs de Fórmula 1, times de Esports e até mesmo no Super Bowl.

Todo esse sucesso não foi capaz de sustentar a FTX no momento em que apontaram quão ligadas estavam as empresas FTX e Alameda, em que muitos dos fundos da Alameda eram baseadas em moedas da corretora FTX (FTT); e que, caso fosse necessário vender esses Tokens a moeda iria ao chão, devido à alta quantidade alocada na Alameda, prejudicando ambas as empresas.

Esse fato foi o bastante para abalar a moeda e a empresa, mas o que poucos esperavam era que, poucos dias após essa investigação, surgiria o anúncio de compra da FTX pela Binance. Embora sejam poucos os detalhes divulgados, fica claro que a Binance aproveitou o momento para comprar uma de suas rivais e ao mesmo tempo amenizar o grande prejuízo que seria a quebra da terceira maior corretora de criptomoedas do mercado. Isso tudo em um ano de baixa do mercado, com fatos como queda da moeda Luna e da empresa Celsius.

Até então, os fatos são esses, sendo necessário acompanhar com cuidado cada movimentação futura para entender como essa compra será feita e quais os futuros passos da Binance – e, é claro, de seu fundador Champeng Zhao.

Esse é um resumo da trajetória de Champeng Zhao e também do crescimento da empresa Binance até hoje. Com esses fatos tratados, é possível entender por que a empresa se sucedeu tão bem no mercado, mas também por que algumas pessoas possuem certa resistência quando falam da grande empresa e de CZ, já que apontam que exista sim uma certa centralização de poder no mercado de criptoativos.

Ainda além, como o mercado de criptoativos envolve, sobretudo, valores, as emoções ficam muito mais afloradas quando se aborda um mercado de altas e baixas de mais de 20% em um dia – movidas, é claro, por esse tipo de informação. Conhecer as pessoas que estão por trás desses negócios e conhecer qual a história de cada empresa é um passo para encontrar tranquilidade em momentos como esse, para não se deixar levar por notícias urgentes ou fatos contados pela metade.

A blockchain é descentralizada, mas existem grandes figuras necessárias para se conhecer. Por isso, minha sugestão para você, caro leitor que chegou ao final dessa publicação, é que também conheça o perfil de Vitalik Butherin, criador da Ethereum.

Leia também

1Bitcoin

Após meses de conversas e rumores, os NFTs finalmente entraram no Instagram, e agora com a novidade de que os criadores poderão gerar seus...

Tecnologia

A vida adulta te transforma em um sommelier utilidades domésticas inovadoras. Por que ter um simples fogão se eu posso fazer tudo em uma...

1Bitcoin

Em meio ao inverno das criptomoedas, momento de baixa dos valores e marcado pelo fechamento de muitos projetos, a blockchain Aptos e seu token...

1Bitcoin

São inúmeras as tentativas de explicar a blockchain com boas analogias. Comparam a páginas de um livro, com uma vila mas, dessa vez, a...

Copyright © 2020 Com limão. Todos os Direitos Reservados.