preco-tabela-designer-custo-com-limao

Compartilhe:   

Quanto custa a minha hora de trabalho como designer e criativo?

por Victor Vasques

O texto de hoje é muito importante para quem quer viver como autônomo (entre eles, o famoso freela). Decidi fazer um texto sobre isso, porque percebi que muitos designers – e criativos – não fazem a mínima ideia do que é “estratégia de precificação”, ou seja, quanto custa o seu trabalho. É quase que infinito o número de profissionais que perguntam “você tem uma tabela de preço por aí? Não sei nem por onde começar a minha”. Então, vamos lá…

Já quero começar com uma polêmica que surgiu no “Designer Gráfico”, grupo do Facebook focado no mercado, cobrar R$ 150,00/hora não é um valor alto. Neste exato momento, você provavelmente está fazendo o cálculo 150 x 176 horas no mês e gritando de alegria pelos 26 mil reais ao mês. Tenho uma péssima notícia, isso é uma pegadinha e vou explicar os detalhes.

Como freela, você não terá 8 horas por dia de trabalho: Pode parecer bom, pode parecer ruim. Mas dificilmente preencherá suas 8 horas diárias com algum cliente. Ou porque não tem cliente, ou porque teve que ir até ao banco, cartório, padaria e por aí vai. Não esqueça, você é sozinho.

Se o trabalho (e, consequentemente, ganho) é grande, com certeza não é só para você: Muitas vezes, trabalhos enormes, que incluem várias etapas, não são tarefas para um só designer. Você vai precisar dividir, seja com o ilustrador, outro designer ou um assistente.

Trabalhos pequenos são os que mais aparecem: Você fazer meu flyer? Meu folder? Faz cartão? Na vida de designer, isso é o que mais aparece. É uma estratégia sua aceitar ou não. Se for aceitar, tenha em mente que precisará de volume. Por exemplo, você demora ½ hora para fazer um flyer. Você vai cobrar apenas 75 reais? E o tempo que gastou atendendo o cliente? As alterações? Tenha tudo isso em mente. Às vezes é bom termos um mínimo. Outro exemplo, calculando por hora, o flyer custaria 75 reais, só que você não vai cobrar isso do cliente, porque não vale a pena pegar trabalhos que custem menos do que 120 reais (já vou explicar como você chega neste valor).

Seu cliente não deve saber quanto custa sua hora de trabalho: O motivo é simples, ele irá fazer o cálculo de padaria e dirá “caramba, esse cara fatura 26 mil reais por mês e nas minhas costas!”. Cliente tem que saber o preço do projeto, do trabalho. Ou você já perguntou na padaria quanto custa para se assar um pão?

Dito isso, vamos à aula express de “Como criar sua tabela de preço”. Antes de tudo, não existe tabela para isso. Não somos commodity (por mais que alguns clientes pensem ao contrário). Somos um serviço. Então, vou dar algumas dicas rápidas:

Liste todos os custos: Esse é o mais importante! Hoje (08/03/2017), o custo de um Adobe CC é, aproximadamente, 1 real por hora. Aposto que você ainda não tinha feito esta conta. No entanto, você deve adicionar mais alguns itens (farei um cálculo aproximado de custos por hora, ok?).

  • Adobe CC: R$ 1,00
  • Energia: R$ 1,10 (uso de um desktop)
  • Aluguel: R$ 12,00
  • Água: R$ 1,00
  • Investimento em graduação: R$ 2,00 (levando em conta um curso no valor de R$ 900).
  • Depreciação de equipamento: R$ 1,00

Uma lista para cada profissional: A lista é grande e varia de profissional para profissional. O site “Quanto Custa A Minha Hora” é um bom começo para se ter uma base de que tipos de custos você precisa incluir, mas ele é um pouco superficial e não leva em conta alguns itens ou supervaloriza outros (no meu caso, eles colocaram 4.500 reais de software, hoje a assinatura completa do Adobe CC sairá por bem menos). Veja que nem comecei a incluir custo com almoço em dia de trabalho, etc. Você precisa colocar tudo isso na ponta do lápis. Não tenha preguiça!

Impostos e lucro: Você também não pode esquecer de colocar impostos, margem de segurança (uns 15% está razoável para tempos de “vacas magras”) e seu lucro. Sim, não tenha medo de colocar uma margem de lucro, só não vá colocar 5.000%, porque aí voltamos para estaca zero.

Em resumo, quero dizer apenas uma coisa… Não importa se sua hora de trabalho dá 150 ou 80 reais, importante é você entender porque ela vale isso. Você até pode cobrar 25$/hora, desde que o valor mensal cubra todos seus custos e você ainda tenha lucro para evoluir, porque designer parado, é designer morto.


Victor Vasques é designer, editor chefe do Com limão e sócio proprietário da Citrus. Worklover assumido, já atuou com grandes marcas, como Discovery, UOL, iG e Itaú.

Eu irei lhe fazer uma proposta que você não poderá recusar - Don Vito


1

One Response to Quanto custa a minha hora de trabalho como designer e criativo?

  1. Tiago Cunha says:

    Parabéns Victor! O texto está claro, na verdade mais claro que isso é impossível. Fico contente que nossa discussão no grupo te levou a escrever esse artigo. Considere-o compartilhado! Abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>


Voltar para o topo ↑

  • Newsletter

  • Últimos tweets

  • Facebook