evernote-migracao-google-cloud-com-limao

Compartilhe:   

Evernote conclui a migração de 5 bilhões de notas para o Google

por Victor Vasques

Ontem estava escrevendo um texto sobre inovações que impactarão as nossas vidas em 2017 (que logo mais será publicado no InovaSocial) e durante a pesquisa “tropecei” na discussão do cloud computing. Apesar de ser um tema que se popularizou no ano passado, muita gente que não trabalha com tecnologia ainda não sabe muito bem como isso pode mudar a vida. Talvez isso acontece porque é algo “invisível” para o usuário comum. Um exemplo interessante é a atual migração do Evernote para as plataformas do Google.

A Evernote completou a migração do seu serviço para o Google Cloud Platform, com mínimo impacto para os clientes. No total, foram movidos 5 bilhões de notas e 5 bilhões de anexos para a nova infraestrutura baseada na nuvem, o equivalente a 3 petabytes de dados.

Desde o princípio, a Evernote estava focada em gerar o mínimo de perturbações possíveis ao serviço. O anúncio sobre a migração foi feito em setembro de 2016 e o projeto levou cerca de 70 dias para ser concluído – normalmente, as empresas levam de 9 a 12 meses para finalizar esse tipo de processo, considerando as complexidades técnicas envolvidas em mover grandes quantidades de dados para a nuvem de maneira rápida e segura.

A nova plataforma oferece recursos de manutenção diária, permitindo que a Evernote não se preocupe com detalhes técnicos e foque mais tempo em atender às necessidades do cliente. Além disso, a migração, ao longo do tempo, tornará o serviço mais estável, seguro e permitirá a entrega mais rápida de recursos novos e inovadores. Com a criptografia de dados em descanso e um planejamento aprimorado de recuperação de desastres, a Evernote poderá fornecer uma camada extra de proteção para os conteúdos salvos.

É comum criptografar os dados quando estão sendo transferidos de um local para o outro para evitar que sejam lidos ou mesmo interceptados. Porém, o conceito de “criptografia de dados em descanso”, significa que os dados estão protegidos, mesmo quando não estão sendo movidos para nenhum lugar. Além disso, há agora um planejamento de recuperação de desastres que garante que a empresa está melhor equipada para restaurar o serviço Evernote de maneira suave e rápida, caso ocorra um improvável grande desastre.

Em resumo, mais segurança, backup e inovação… podemos chamar isso de “magia da nuvem”!


Victor Vasques é designer, editor chefe do Com limão e sócio proprietário da Citrus. Worklover assumido, já atuou com grandes marcas, como Discovery, UOL, iG e Itaú.

Eu irei lhe fazer uma proposta que você não poderá recusar - Don Vito


0

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>


Voltar para o topo ↑

  • Newsletter

  • Últimos tweets

  • Facebook